10 Piores trechos de estradas no Brasil

O Brasil tem mais de 1,7 milhão de quilômetros de estradas, mas 80% não são pavimentadas. Isso quer dizer que temos muitas rodovias em péssimas condições para tráfego e as que estão em melhor estado de conservação, estão sob concessão de empresas privadas.

Confira aqui a lista dos 10 piores trechos de estradas:

  • Trecho entre as cidades de Natividade (TO) e Barreiras (BA): inclui as rodovias BA-460, BA-460/BR-242, TO-040, TO-280. 
  • Trecho entre as cidades de Jataí (GO) e Piranhas (GO): rodovia BR-158.
  • Trecho entre as cidades de Marabá (PA) e Dom Eliseu (PA): rodovia BR-222. 
  • Trecho entre a BR-101 (BA) e Teófilo Otoni (MG): rodovia BR-418.
  • Trecho entre as cidades de Brasília (DF) e Palmas (TO): inclui as rodovias BR-010, DF-345/BR-010, GO-118, GO-118/BR-010, TO-010, TO-050, TO-050/BR-010, TO-342.
  • Trecho entre as cidades de Belém (PA) e Guaraí (TO): inclui as rodovias BR-222, PA-150, PA-151, PA-252, PA-287, PA-447, PA-475, PA-483, TO-336. 
  • Trecho entre as cidades de Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC): rodovia BR-364. 
  • Trecho entre as cidades de Rio Verde (GO) e Iporá (GO): rodovia GO-174. 
  • Trecho entre as cidades de Maceió (AL) e Paulo Afonso (BA): inclui as rodovias BR-104, BR-110, BR-423, BR-424, PE-177, PE-360. 
  • Trecho entre as cidades de Campo Mourão (PR) e Guarapuava (PR): inclui as rodovias BR-487, PR-460, PR-466/BR-466, PR-487/ BR-487.

Mesmo para o motorista mais experiente é preciso ter cuidado ao trafegar por esses trechos. Por isso, tenha sempre em dia a manutenção do veículo, tente planejar rotas com melhor condições e, conte com uma proteção veicular de qualidade.

Compartilhe

Única clínica credenciada pelo DETRAN, perto de tudo e de você!