Bebidas, festa e direção: melhor não

festas, bebidas e direção melhor não

É sempre bom se informar sobre às responsabilidades enfrentadas quando há a mistura de bebidas alcoólicas + direção com a chegada das festas de final de ano, como Natal e Réveillon.

Essa mistura é perigosa pois, ao dirigir alcoolizado, seu tempo de reação é muito menor. Sem contar na sonolência e outros efeitos que o consumo de bebidas alcoólicas provoca. Portanto, evite dirigir depois de beber. Essa dica serve não somente para que você se previna quanto às severas penalidades do Código de Trânsito Brasileiro, mas principalmente para que você evite causar acidentes.

Lei Seca:

A legislação ficou mais severa com a implementação da Lei Seca em todo o território nacional em 2008. Essa medida fez com que os acidentes de trânsito diminuíssem consideravelmente com o passar dos anos. Analogamente, com a aplicação do teste do bafômetro, os acidentes e aplicação de multas por embriaguez ao volante também aumentou. Tanto que para reprimir ainda mais o hábito de beber e dirigir, a Lei Seca passou por 3 alterações que a deixaram ainda mais severa nas penalidades aplicadas. Veja:

  • 2012 – qualquer quantidade de álcool tanto no bafômetro quanto no exame de sangue é considerada infração. Multa de R$ 1.965,41 e suspensão da CNH por 1 ano. Caso haja reincidência num período de 12 meses, a multa é aplicada em dobro. É passível de de aplicação de prisão de 6 meses a 3 anos;
  • 2016 – sobre para R$ 2.934,70 o valor da multa aplicada;
  • 2018 – a pena aplicada ao motorista alcoolizado que causar morte em acidente de trânsito pode chegar a 8 anos e, em caso de até 5 anos caso haja algum ferido grave.

Dirigir embriagado é considerado uma infração gravíssima. No valor da multa aplicada, incide o multiplicador de 10x o valor da multa, por isso o seu valor de R$2.934,70. Além disso, o veículo é apreendido e a CNH é suspensa. Para aplicação destas penalidades, é necessário que o agente de trânsito realize o teste do bafômetro. Lembre-se de que você não tem a obrigação de soprar o bafômetro e só poderá ser penalizado se o agente de trânsito notar sinais visíveis de embriaguez e registrar isso no auto de infração.

Feita essa ressalva, gostaria de lembrá-lo que entender quais são seus direitos ao parar em uma blitz é essencial.

Aproveite as festas de final de ano, porém, com responsabilidade!

Compartilhe

Única clínica credenciada pelo DETRAN, perto de tudo e de você!