CNH Especial: como tirar?

A CNH especial é destinada às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Estão inclusas também nesta lista aquelas pessoas que possuem doenças que podem afetar as funções motoras e cognitivas. Essas pessoas devem submeter-se a uma avaliação médica, assim como todo aspirante a condutor, para comprovar sua habilitação para conduzir um veículo da categoria desejada.

Pessoas com amputação ou ausência de membros, algum tipo de prótese interior ou exterior ou nanismos podem requerer a CNH especial e inclusive, comprar um carro com desconto e adaptá-lo.

Da mesma forma, quem já sofreu um AVC ou possui algum tipo de doença neurológica como o Parkinson, por exemplo, também pode solicitar sua CNH especial.

Pessoas que possuem alguma dessas patologias, devem portar obrigatoriamente tal documento, sob pena de ser multado e ter seu direito de dirigir suspenso.

Para conseguir sua CNH especial o aspirante a condutor passará por um exame físico e psicotécnico mais meticuloso. Ele será realizado por uma junta médica especializada credenciada ao DETRAN do estado. Estes especialistas, que atestarão sobre a capacidade de dirigir do requerente. Além disso, também indicarão quais adaptações devem ser feitas ao veículo. Mesmo sendo um exame mais extenso, seu valor NÃO é diferenciado.

O aluno deve procurar uma autoescola credenciada ao DETRAN que possua o veículo adaptado para sua necessidade física específica. Este aluno deverá cumprir, assim como qualquer outro, as mesmas 45h de horas/aula. A prova prática de direção também segue os mesmos princípios e percursos da prova aplicada para todos os candidatos. A única diferença é que dentro do veículo também está um médico para verificar se as adaptações do veículo são as necessárias para o tipo de necessidade do candidato.

Restrições que constarão na CNH especial:

Caso aprovado, o condutor com a CNH especial receberá seu documento com o campo de observações preenchido. Nele constará o que é necessário para que o mesmo possa dirigir um veículo. Cada letra representa uma necessidade específica. A letra A, por exemplo, indica que o condutor deve dirigir com lentes corretivas (óculos). A letra D, por sua vez, indica que o carro deve possuir Direção Hidráulica e a letra F é que o veículo deve ser Automático.

No quesito da renovação da CNH especial, o prazo continua o mesmo da CNH comum: 5 anos ou 3 anos para condutores com mais de 65 anos.

É importante ressaltar que a utilização de um veículo adaptado para o público PCD auxilia e muito na facilidade ao dirigir e também melhora a qualidade de vida do condutor além de cessar o agravamento da condição física. Você pode consultar também sobre a redução de impostos e como solicitá-la neste link caso seja PCD. É o seu direito!

Compartilhe

Única clínica credenciada pelo DETRAN, perto de tudo e de você!