Placa Mercosul: saiba mais sobre o assunto

PLACAS MERCOSUL

A placa Mercosul está dando o que falar neste ano de 2020. Ela deveria ter se tornado obrigatória desde o dia 31 de janeiro, no entanto, alguns estados não cumpriram o prazo e declararam atraso no processo para sua implementação. Alagoas, Mato Grosso, Minas Gerais, Sergipe e Tocantins pediram prazo maior ao Denatran que estabeleceu o dia 17 de fevereiro como nova data de implementação.

Este modelo de placa será padrão em todos os países do Mercosul. Argentina e Uruguai já contam com este novo modelo.Em seguida, Paraguai e Venezuela são os países que logo após irão adotá-las.

A principal mudança no layout do novo modelo de placa é a inversão da quantidade de letras e números. A placa Mercosul tem 4 letras e 3 números enquanto no modelo antigo era ao contrário: 3 letras e 4 números. Essa mudança faz com que seja possível 450 milhões de combinações. Segundo estudos, o Brasil conta com uma frota de 60 milhões de veículos. O tamanho das novas placas é o mesmo das antigas tanto para carros quanto para motocicletas.

São compostas por 3 letras seguidas de um número, uma letra e mais dois números: AAA 1A11. O fundo das placas é sempre branco ao passo que o que varia é a cor dos números e letras:

  • Preto: veículos particulares;
  • Vermelho: táxis, veículos comerciais e de autoescola;
  • Azul: veículos oficiais;
  • Verde: veículos de teste;
  • Dourado: veículos diplomáticos;
  • Prateado: modelos de coleção.

Foto: Detran / Divulgação

A quarta letra da placa será substituída de acordo com seu respectivo número da placa antiga seguindo esta ordem:

  • 0 = A
  • 1 = B
  • 2 = C
  • 3 = D
  • 4 = E
  • 5 = F
  • 6 = G
  • 7 = H
  • 8 = I
  • 9 = J

Placa Mercosul será mais cara

Por contar com mais dispositivos de segurança para evitar a clonagem e falsificação das placas de identificação veicular (PIV), o par de placas será mais caro do que as placas antigas. Seu valor está previsto em R$215,00 em média. Devido a mudanças na regra do governo para credenciamento e não mais licitação para a impressão do novo modelo de placa, o governo aposta na livre concorrência do mercado para fomentar a diminuição deste valor.

A placa Mercosul será obrigatória para veículos novos. Também deverá ser adquirida em caso de mudança de categoria do veículo ou furto, extravio, roubo ou dano da placa bem como também, quando o registro do veículo for transferido de município ou Estado.

E você? O que acha dessa mudança?! Acesse nosso blog para mais informações sobre esse e vários outros temas!

 

Compartilhe

Única clínica credenciada pelo DETRAN, perto de tudo e de você!